Para acessar a sua área você deve escolher:

  • Tenho uma conta Anhanguera Office 365

    Acesse a sua conta utilizando o seu login do Office 365

    ACESSAR MINHA CONTA
  • Ainda não tenho uma conta Anhanguera Office 365

Esqueci minha senha / 1° acesso

Imprensa

< Voltar

21.11.2012

Anhanguera Santa Terezinha capacita alunos em Libras

A preparação para o mercado de trabalho na Faculdade Anhanguera Santa Terezinha está ao alcance das mãos, literalmente. A instituição oferece desde setembro, formação em Libras aos alunos do curso de Pedagogia. "Esta é uma poderosa ferramenta de comunicação capaz de promover a inserção cultural e social, pois aproxima duas culturas que convivem na mesma sociedade: a surda e a ouvinte", explica Márcio Cardoso, coordenador do curso de Pedagogia da Anhanguera Santa Terezinha. Segundo o professor, a capacitação em Libras proporciona ao acadêmico a possibilidade de ampliar sua área de atuação, auxiliando na educação de alunos surdos. O curso ministrado pela Anhanguera também vem atender uma demanda crescente no mercado de Brasília, averbada pela Lei n 10.436/2002, que regulamenta a Língua Brasileira de Sinais - Libras, e prevê profissionais capacitados para acolher a comunidade surda em órgãos públicos e privados, escolas e faculdades. "Essas instituições nos mais diversos setores carecem desse tipo de intérpretes educacionais", atesta Elizete Medeiros, professora da Secretaria de Educação do Distrito Federal que está ministrando o curso na Anhanguera. De acordo com ela, a falta de profissionais qualificados é proporcional ao diversificado campo de atuação. "A carência é maior nas escolas públicas, porém tribunais de justiça, cursos de capacitação, eventos como conferências, aplicação de provas de concursos e vestibulares necessitam constantemente de profissionais capacitados para atuarem como intérprete e tradutores de LIBRAS", afirma. Outra oportunidade para profissionais interessados na área vem com os grandes eventos previstos para acontecer em Brasília no início de 2013 - Copas das Confederações, do Mundo e Jogos Olímpicos. Segundo Elizete, o governo já está capacitando e fazendo cadastro dos profissionais da área no site da Federação Internacional de Futebol (FIFA) e do governo federal para disponibilizar os serviços às empresas e organizações interessadas. "Quem assistiu a abertura das Olimpíadas de Londres este ano viu os intérpretes de Língua Inglesa de Sinais fazendo a tradução em telões. Esperamos que aqui no Brasil não seja diferente". O ideal, a professora salienta, é que o aluno além da técnica em Libras tenha também o domínio de outra língua estrangeira. Remuneração - Quanto mais fluente na língua maior pode ser o salário pago. O Sindicato dos Intérpretes de Brasília estipula R$ 60,00 a hora, porém em alguns eventos esse valor pode chegar até R$100,00. "Tudo vai depender da fluência do contratado, pois a comunidade surda é muito crítica e não aceita profissionais despreparados". Elizete acredita que a remuneração está atrelada a não regulamentação da profissão intérprete e tradutor de LIBRAS. "Espera-se com essa regulamentação e o nível de capacitação dos profissionais, uma melhora nesses valores", finaliza.

Filtro de Releases

Fale com a Assessoria

E-mail de contato:

Agência ideal

  • Fernanda Vigna

    (11) 4873-7649

    (11) 99649-5997

  • Thaís de Araújo

    (11) 4873-7633

    (11) 99137-0064

Alfapress Comunicação

  • Coordenação Fernanda Blotta

    (19) 2136-3500

    (19) 99648-5738

  • Atendimento Institucional Marcela Feriani

    (19) 2136-3500

    (19) 99936-3972

Atendimento Regional