Para acessar a sua área você deve escolher:

  • Tenho uma conta Anhanguera Office 365

    Acesse a sua conta utilizando o seu login do Office 365

    ACESSAR MINHA CONTA
  • Ainda não tenho uma conta Anhanguera Office 365

Esqueci minha senha / 1° acesso

Imprensa

< Voltar

20.8.2013

Gestão de resíduos sólidos promove desenvolvimento socioeconômico e redução dos impactos ambientais

Com a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), que entrará em vigor no país em 2014, investir em educação ambiental para mudar o comportamento da sociedade será ainda mais primordial para diminuir a produção de resíduos e reduzir o desperdício. Segundo dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), cerca de 3 mil lixões deverão ser fechados no próximo ano, conforme meta estipulada pela PNRS. Isso deve proporcionar novas possibilidades, como geração de emprego e renda, redução dos impactos ambientais, produção e consumo sustentáveis, financiamento das ações de redução de produção, coleta e disposição de resíduos. Um dos setores que gera grandes impactos ambientais negativos é o da construção civil. A atividade é de grande importância para o desenvolvimento econômico dos municípios, mas a alta geração de resíduos coloca o setor em um plano de análise para a redução desses materiais. Para trazer mais esclarecimentos sobre esse assunto e propor soluções para essa problemática, o professor Waldmir Assis, coordenador do curso de Administração da Faculdade Anhanguera de São José dos Campos apresentou o artigo ?Gestão de Resíduos Sólidos da Construção Civil: Políticas Públicas no Município de São José dos Campos?. O tema foi apresentado em julho, no V Seminário sobre Tecnologias Limpas, que aconteceu em Porto Alegre (RS). Segundo o professor, no contexto da geração de resíduos sólidos da construção civil, a responsabilidade expande-se enfaticamente ao setor privado, especialmente ao segmento econômico da indústria da construção civil que, por suas especificidades, promove crescimento econômico, é gerador de resíduos sólidos em significativo volume e, em face disto, é, também, responsável por apresentar soluções que viabilizem o sucesso econômico e propicie a perenização dos recursos naturais, ou minimize os impactos causados pelos resíduos gerados ao meio ambiente físico. No caso do município de São José dos Campos, temos um cenário positivo. Segundo Waldmir ?a municipalidade possui relevante estrutura que possibilita atender à resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente ? CONAMA, promovendo desenvolvimento socioeconômico por meio da cadeia produtiva dos resíduos da construção civil estabelecida?. "Isso permite a viável destinação por parte dos geradores, propiciando resultados positivos e relevantes, conjugados com as necessidades e as potencialidades ambientais, característica essencial do desenvolvimento regional", completa.

Filtro de Releases

Fale com a Assessoria

E-mail de contato:

Agência ideal

Alfapress Comunicação

  • Coordenação Daniela Trolesi Martins

    (19) 2136-3500

    (19) 99648-5738

  • Atendimento Institucional Atendimento

    (19) 2136-3500

    (19) 99936-3972

Atendimento Regional