Para acessar a sua área você deve escolher:

  • Tenho uma conta Anhanguera Office 365

    Acesse a sua conta utilizando o seu login do Office 365

    ACESSAR MINHA CONTA
  • Ainda não tenho uma conta Anhanguera Office 365

Esqueci minha senha / 1° acesso

Imprensa

< Voltar

6.2.2012

7 dicas para quem está começando a vida profissional e deseja alcançar o sucesso

1 - Ter princípios
Que habilidades e competências é preciso possuir para ser um profissional bem sucedido hoje? Creio que devamos basear nossas vidas em princípios imutáveis e atemporais, como honestidade, caráter, confiança, justiça, ética e respeito - que se tornam a nossa âncora. Assim, a liderança centrada nestes princípios é a chave para desencadear o potencial humano individual. O profissional deve ter: liderança própria; possuir senso claro de objetivo, significado e rumo; adaptabilidade; comunicação eficaz; sinergia; respeito próprio.

2 - Buscar o conhecimento constante
Onde está o conhecimento? Como apropriar-se dele e também ser capaz de produzi-lo? As questões "onde" e "como" transformaram-se na conquista de um lugar ao sol. O profissional deve buscar o conhecimento constante e investir em sua carreira, ser inovador e ter sempre em mente que o mundo necessita de soluções e não de mais problemas.

Descobrir como e onde buscar pelo conhecimento constante é o desafio do profissional deste novo milênio. Ele deverá sempre se auto perguntar: "O que eu preciso aprender para continuar adquirindo novas habilidades, novos conhecimentos, novos relacionamentos, novos hábitos e, assim, crescer e me desenvolver em minha carreira"?

3 - Ter atitudes positivas
É preciso enxergar os desafios como oportunidades e não como problemas, por isso ter atitudes positivas é imprescindível para quem quer ter sucesso na carreira profissional. Em princípio, é preciso estar bem consigo mesmo, conhecer-se e ter paixão pelo que faz, ter bons e sinceros relacionamentos - nenhum homem é uma ilha, ser agradável com as pessoas que te rodeiam, saber trabalhar em equipe e colocar-se ao dispor para ajudar aos outros, definir seus próprios objetivos e traçar metas para alcançá-los.

4 - Sair do lugar comum
Se pensarmos que as empresas precisam de pessoas com iniciativa, competitividade, autonomia e que ao mesmo tempo também cumpram ordens, sejam disciplinadas e façam muitas coisas sem fazer muitas perguntas, concluiremos que o "perfil ideal" adaptado ao mercado será um profissional meio "Frankenstein" e com grandes chances de ser infeliz.

A solução é encarar esse cenário de exigências e contradições invertendo a questão e em vez de perguntar: "O que eu preciso para entrar no mercado?". Deve-se perguntar "O que eu posso oferecer de valioso para ser cobiçado pelo mercado?". Qual é o "algo mais" que eu posso desenvolver? O desafio é sair do lugar comum e se tornar alguém incomum, obedecendo, porém, seus desejos e objetivos e buscando a sua realização pessoal e profissional.

5 - Estabelecer o equilíbrio entre o trabalho e o ócio
Sendo o emprego uma realidade com os dias contados é importante que o profissional tenha, sempre, em mente que o trabalho nunca desaparecerá e que haverá desenvolvimento sem emprego, porém competirá a ele descobrir novas formas para obter prazer em seu trabalho, para ter simultaneidade entre trabalho, estudo e lazer e transformar o ócio em criatividade, liberdade e sucesso profissional.

6 - Valorizar o lado humano
Podemos afirmar que nunca se produziram tantos dados em tão pouco tempo e que esses nunca foram transmitidos com tanta rapidez. Cada vez mais o tempo é menor e, cada vez mais, ele vale mais dinheiro. Frente à competitividade e à pressão as empresas também são obrigadas a ser mais generosas para atrair e manter seu mais importante patrimônio: o capital humano.

Hoje é mister a relação colaborador - empresa - comunidade e cresce o número de empresas que oferecem horário flexível de trabalho, programas psicológicos, estímulos a atividades físicas - busca-se, assim, fazer do lugar de trabalho uma extensão do lar. Os colaboradores são convidados a atuar em programas sociais e contribuir com o desenvolvimento da sociedade. Tratar bem a mão de obra virou também questão de marketing, mais especificamente de marketing social.

7 - Assumir o controle da carreira
É importante ter em mente que a força foi substituída pela criatividade, que o medo está sendo trocado pela motivação, que o trabalho em equipe ocupou o lugar do individualismo e, muitos profissionais ainda não se deram conta disso e continuam buscando por empregos que não existem mais. É importante que o profissional assuma total controle de sua carreira buscando, sempre, a reciclagem de conhecimentos e investindo pesado em sua evolução profissional.


*Profa. Ms. Valdessara Bertolino, mestre em educação, pós-graduada em tecnologia educacional e coordenadora dos cursos de Secretariado Executivo e Organização de Eventos da Faculdade Anhanguera de Osasco.

Filtro de Releases

Fale com a Assessoria

E-mail de contato:

Agência ideal

  • Fernanda Vigna

    (11) 4873-7649

    (11) 99649-5997

  • Thaís de Araújo

    (11) 4873-7633

    (11) 99137-0064

Alfapress Comunicação

  • Coordenação Fernanda Blotta

    (19) 2136-3500

    (19) 99648-5738

  • Atendimento Institucional Marcela Feriani

    (19) 2136-3500

    (19) 99936-3972

Atendimento Regional