Anhanguera. Aqui, o seu esforço ganha força

Para acessar a sua área você deve escolher:

  • Tenho uma conta Anhanguera Office 365

    Acesse a sua conta utilizando o seu login do Office 365

    ACESSAR MINHA CONTA
  • Ainda não tenho uma conta Anhanguera Office 365

Esqueci minha senha / 1° acesso
Notícias
Voltar

3.10.2013

Bate papo com Maria Emilia Lopes de Oliveira

Maria Emilia Lopes de Oliveira é aluna do quarto ano do curso de Enfermagem da Anhanguera de Taubaté. No último semestre, Maria Emilia desenvolveu o trabalho "Luxação em Esportistas Esporádicos na Modalidade Futebol ", aprovado para ser apresentado no XVIII Congresso Pan-americano de Anatomia, que aconteceu no México de 29 de setembro a 4 de outubro. Conheça um pouco mais de Mmaria Emilia.

Quando você decidiu que faria um curso superior?
Foi quando ainda morava em Paraty e surgiu a oportunidade de trabalhar aqui. Vim para Taubaté decidida a fazer um curso superior.

Qual foi a reação de sua família ao saber que você tinha passado no vestibular?
Meus pais ficaram muito orgulhosos e meus irmãos me apoiaram.

Por que escolheu o curso que faz?
Eu aprendi amar a Enfermagem quando fiz o curso de Técnico de Enfermagem. Foi o que me motivou a permanecer nessa área e querer ampliar meu conhecimento.

Por que escolheu estudar na Anhanguera?
Encontrei na Anhanguera o que não havia em outras faculdades, como mensalidades acessíveis, financiamento estudantil e horário adequado ao meu cotidiano.

Você pode nos apontar três motivos que fazem você admirar a Anhanguera?
Gosto muito da estrutura que a faculdade oferece, os laboratórios e o quadro de professores, que sempre nos enriquecem com seus conhecimentos. Todos os professores tem currículo excelente, várias pós-graduações. Isso é muito bom para os alunos, nos dá a certeza de que estamos aprendendo com os melhores.

O que você aprende na faculdade tem ajudado a desenvolver sua carreira e suas atividades profissionais?
Sim, consigo ter uma visão diferente de como tratar meu cliente e mudei muito minha postura no trabalho.

Você consegue lembrar algum desafio que tenha enfrentado durante este período em que está na faculdade? Como essa dificuldade foi superada?
Sim, no meu serviço é muito importante o trabalho em equipe e, antigamente, eu tinha dificuldade nesta área. Mas com minha entrada na faculdade consegui superar. Em uma aula na faculdade, ouvi de um professor que o ideal não é matar um leão por dia, mas sim saber conviver com esse leão. Com isso pude perceber que podemos alcançar tudo o que queremos e desejamos, com perseverança.

Como você pode nos descrever sua experiência na Anhanguera?
A Anhanguera me ajudou a ter confiança em mim mesma. Hoje, sei que sou capaz e vou chegar onde desejo.

E onde você quer chegar?
Quero concluir meu curso, e exercer a profissão que escolhi não por acaso, mas sim porque realmente escolhi o que amo, me visualizo num futuro que eu esteja feliz e satisfeita com o que escolhi hoje pra minha vida. Quero ser bem sucedida em tudo que decidir fazer. Isso não significa que vou acertar tudo o que quero, mas quer dizer que vou tentar ao máximo conquistar meus objetivos.