Para acessar a sua área você deve escolher:

  • Tenho uma conta Anhanguera Google Apps

    Acesse a sua conta utilizando o seu login do Google Apps

    ACESSAR MINHA CONTA
  • Ainda não tenho uma conta Anhanguera Google Apps

Esqueci minha senha / 1º acesso
Bolsas e Crédito Estudantil
O que é?

É o fundo de Financiamento ao Estudante do Ensino Superior, criado pelo MEC. que oferece a todos a oportunidade de estudar. Com o FIES, os estudantes de instituições de ensino superior pagas podem financiar o curso presencial em até 100%

Você pode solicitá-lo logo que entra na faculdade ou no meio do curso, caso comece a sentir dificuldade para pagar.

É possível financiar o curso em até 3 vezes o seu tempo de duração. Além disso, você ainda conta com um período de carência, de um ano e meio, e pode começar a pagar só depois de terminar a graduação.

Quer ver mais uma vantagem? O FIES ainda tem uma taxa de juros reduzida, a menor do mercado:

FIES >> Viu como é fácil? Solicite o FIES agora mesmo
Quem pode?

Todo estudante que estiver matriculado em algum curso presencial de uma instituição de ensino superior paga pode se candidatar.

É importante lembrar que o seu curso tem que ser aprovado pelo MEC.

Os critérios de seleção levam em consideração o perfil socioeconômico do candidato.

As chances de conseguir o benefício são maiores se você já tiver qualquer tipo de bolsa, como a do Programa Universidade para Todos (ProUni), ou se optar por algum curso de licenciatura ou medicina.

Alunos com restrições de crédito já podem se inscrever no FIES sem fiador. Procure o espaço FIES da sua unidade.

FIES

Aproveite e simule agora seu Financiamento no FIES

Simule os valores das prestações a serem pagas durante todas as fases do financiamento

Depoimentos de quem fez o FIES

Como solicitar?

É muito fácil solicitar o FIES. O primeiro passo é estar regularmente matriculado numa instituição de ensino privada e seguir as seguintes orientações:

  • Verifique se a sua instituição de ensino participa do programa clicando aqui.

  • Preencha a ficha de inscrição on-line, clicando aqui.

  • Valide dentro de cinco dias as suas informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), na instituição em que vai estudar. O prazo é contado a partir do momento em que você conclui o preenchimento da ficha de inscrição on-line

  • Vá até uma agência da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil e apresente a documentação necessária dentro de 15 dias a partir da data de conclusão do preenchimento da ficha de inscrição on-line. clique aqui e saiba quais são os documentos necessários.

  • Pronto. Basta assinar o contrato de financiamento e aproveitar o benefício.

Os prazos não são interrompidos nos fins de semana ou feriados, mas podem ser prorrogados para o próximo primeiro dia útil do mês apenas quando a data limite cair em um destes dois casos. Se os prazos não forem obedecidos, você perderá¡ o direito ao benefício.

Etapas do Pagamento

  • 1 | Durante o curso

  • Se financiar 100% do seu curso, você paga até R$ 17,00 por mês.

  • Esse pagamento é referente aos juros do financiamento.

  • 2 | Eu me formei. E agora?

  • Após concluir o curso, durante 18 meses, você continua pagando até R$ 17,00 por mês.

  • 3 | Prazo de sobra para pagar

  • Depois de 18 meses, você ainda vai ter um prazo de até 3 vezes a duração do curso para pagar as parcelas do financiamento.

Quer entender melhor? Confira o exemplo abaixo.

Esta simulação é para um curso de Administração, com duração de 4 anos, na Faculdade Anhanguera de Campinas, Campinas/SP, período matutino e mensalidade de R$409,99 (com desconto pontualidade).

  • 2004 - 2007

  • 2004 - 2007
  • Ao se inscrever no FIES, um estudante de Administração pôde fazer seu curso de 4 anos pagando R$ 17,00 por mês.

  • Até R$ 17,00 por mês.

  • 2008 - 2009

  • 2004 - 2007
  • Após concluir o curso, ele só precisou pagar R$ 17,00 por mês durante 18 meses enquanto procurava um emprego.

  • Carência de 18 meses.
    Até R$ 17,00 por mês.

  • 2009 - 2020

  • 2004 - 2007
  • Somente após o período de
    carência começou a pagar
    R$ 181,71 por mês, num
    prazo de 12 anos.

  • Mensalidade de
    R$ 181,71 por mês.

Ainda tem alguma dúvida? (FAQ)

Veja se ela não está aqui embaixo:

1 Até quando posso solicitar o financiamento?

+

Você pode se inscrever no FIES em qualquer período do ano.

2 Há um percentual mínimo a ser financiado?

+

O percentual mínimo de financiamento na inscrição é de 50% do valor dos encargos educacionais cobrados do estudante pela instituição de ensino superior. Além disso, você poderá escolher o percentual de financiamento com variações de cinco em cinco pontos percentuais.

3 É preciso ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para solicitaro financiamento?

+

Será exigida a participação no exame apenas aos estudantes ingressantes a partir do primeiro semestre do ano letivo de 2011.

4 Como faço para comprovar que não posso pagar a mensalidade?

+

A Comissão Permanente de Seleção e Acompanhamento do Ministério da Educação (MEC) definirá os critérios.

5 Faço graduação na modalidade de ensino a distância (EAD). Poderei ser beneficiado pelo FIES?

+

Este benefício só está disponível aos cursos de graduação presencial, mas a Anhanguera tem parceria com diversos agentes financeiros. Clique aqui e saiba mais. (http://www.creditoparaestudar.com.br/)

Você pode se inscrever no FIES em qualquer período do ano.

6 Já utilizei o FIES uma vez. Posso solicitá-lo novamente?

+

Não, se você estiver inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC) ou se já tiver sido beneficiado pelo FIES não poderá solicitá-lo novamente. Você pode se inscrever no FIES em qualquer período do ano.

7 Já sou formado em um curso superior. Posso conseguir o FIES para meu curso atual?

+

Sim, desde que você não esteja inadimplente com o Programa de Crédito Educativo (PCE/ CREDUC) ou já tenha sido beneficiado pelo FIES. O programa também prioriza as pessoas que ainda não têm um curso de graduação completo.

8 Posso requerer o financiamento para mais de um curso de graduação?

+

Não, você só poderá pleitear um financiamento para um único curso de graduação.

9 Tenho o FIES e gostaria de mudar da minha instituição de ensino atual para a Anhanguera. É possível?

+

Sim, a mudança de instituição de ensino pode ser feita e deve ser solicitada na instituição de origem. Para que a transferência aconteça, a instituição de destino deve estar credenciada ao FIES e concordar com a continuidade do financiamento. O curso escolhido também precisa estar credenciado ao financiamento e ter avaliação positiva no MEC. Na Anhanguera este processo é simples e rápido, basta procurar uma a faculdade ou centro universitário de interesse e solicitar diretamente a mudança, apresentando a grade curricular da outra instituição de ensino.

10 O financiamento poderá ser encerrado?

+

Sim, caso haja constatação, a qualquer tempo, de inidoneidade de documento apresentado ou de falsidade de informação prestada pelo estudante ou pelo fiador à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), instituição de ensino superior, ao Ministério da Educação (MEC), agente operador e financeiro.

11 O fiador pode ser beneficiário do FIES?

+

Não, o estudante que tenha o benefício não poderá ser fiador de outra pessoa, exceto no caso de fiança solidária. Lembre-se que o fiador não poder ser cônjuge ou companheiro do solicitante, estudante beneficiário do Programa de Crédito Educativo (PCE/CREDUC), salvo no caso de quitação; ou cidadão estrangeiro, exceto cidadão português que comprovadamente tenha a concessão dos benefícios do Estatuto de Igualdade (decreto nº 3.927, 19 de setembro de 2001).

12 Quais percentuais dos encargos educacionais são passíveis de financiamento?

+

Até 100% dos encargos educacionais cobrados do estudante por parte da instituição de ensino superior, quando o percentual de comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita com estes encargos for superior ou igual a 60%. Até 75% dos encargos educacionais cobrados do estudante por parte da instituição de ensino superior, quando o percentual de comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita com estes encargos for igual ou superior a 40% e inferior a 60%. Até 50% dos encargos educacionais cobrados do estudante por parte da instituição de ensino superior, quando o percentual de compromentimento da renda familiar mensal bruta per capita com estes encargos for igual ou superior a 20% e inferior a 40%.

13 Quando não precisa de fiador?

+

Ficam dispensados da exigência de fiador os alunos bolsistas parciais do ProUni, os alunos matriculados em cursos de licenciatura e os alunos que tenham renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio e que tenham optado pelo Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (FGEDUC).